19 de agosto de 2016

Marrocos - O regresso

Pois foi!,... mesmo no último dia apanhei a gastroenterite marroquina!...

Passei a noite entre a cama e o wc! 

De manhã era evidente que não havia condições para sair do hotel, por isso o Rui saiu para prolongar a estadia por mais uma noite, e foi ao porto saber como fazer, mas afinal os bilhetes apesar de terem data, são em aberto, e podem ser usados no prazo de um ano.
O marido trouxe-me aquárius, coca-cola, e bpantene, e passei o dia entre a cama e o wc,...

 photo Marrocos 2750 endireitar_zpspgfndj9g.jpg

 photo Marrocos 2765_zpsgmxx10en.jpg

Aconteceu-lhe aliás uma cena engraçada, pois ele distraído como é, saiu da farmácia sem trazer o bpantene, e já ia na rua quando apareceu um marroquino de motobecane com o saquinho da farmácia para lhe entregar!

No dia seguinte de manhã, com muito custo lá me levantei e fomos apanhar o Ferry.

 photo Marrocos 2752_zpsrf2ac63y.jpg

Fiquei em frente ao wc, que felizmente estava limpíssimo, e o mar estava tão calmo que as funcionárias nem estavam a distribuir os sacos para o enjoo.

 photo Marrocos 2751_zpsmejj3cgt.jpg

Fiz os 700 km de viagem com muito sacrifício, a parar de 100 em 100 km para usar o wc. almocei uma torrada com chá, que foi a única coisa que comi nos 2 dias, e cheguei a casa com menos 3 kilos.

 photo Marrocos 2754_zpsmrdofl3u.jpg

Como estava debilitada, vim eu à frente, para o marido ir a ver-me, e a meio do caminho diz-me ele: saltou qualquer coisa preta da tua mota!...
Na paragem seguinte vi que faltava o tapete do patim direito! nada grave!... já o comprei na MigTec, e custou a fortuna de 6,62 € ;-)
A OLga saiu de casa no dia 8 de Maio com 35.821 km, e chegou com 39.404, e muito suja!

 photo Marrocos 2762 endireitar_zpsf68twf4g.jpg

 photo Marrocos 2756_zpska3uohfz.jpg

 photo Marrocos 2764_zpsmbok5ovt.jpg

Foi lavada na MigTec e tive que voltar a lavar porque os insectos estavam tão agarrados que só saíram com água quente!

Esta semana, passados quase 3 meses, tivemos finalmente notícias de Marrocos pela primeira vez, e foi pela boca da simpática D. Adra da embaixada, que ligou a informar que já tinha uma cópia do processo, que entretanto já recebemos.

 photo Processo Marrocos_zps8gqsyewu.jpg

Há uma esperança de um dia ver os danos reparados!...

 photo Marrocos 2753 tapar o numero_zpsr6fufhwj.jpg

16 de agosto de 2016

Marrocos - De Rabat a Tanger

Como já tinha mencionado, o hotel era excelente, e ao pequeno almoço até tinha garrafas de água, coisa que não acontecera até então em nenhum outro, e  nem hesitei, e servi-me, e nem me importei com o facto de a garrafa estar aberta, não me passando pela cabeça que pudesse ser água da torneira...

Tivemos sempre um cuidado imenso com a água, e até esse momento nunca bebemos nada que não fosse aberto por nós, nem tão pouco comemos nada cru, como saladas ou fruta, e até aí tinha corrido bem.

Depois do pequeno almoço, apanhámos mais um "petit taxi" (em Rabat são azuis), e fomos à embaixada.

A embaixada funciona numa vivenda, num bairro de vivendas ao estilo do nosso Restelo, e àquela hora ainda não havia por lá ninguém, mas depois de alguma conversa, lá nos deixaram entrar, e finalmente contamos a nossa história.

Claro que a primeira reacção foi aquele tradicional "não podemos fazer nada, não é da nossa competência,...", mas ao fim de algum tempo lá entraram no espírito da coisa e libertaram a simpatia, disponibilizando-se para nos ajudar.
Fizeram alguns telefonemas, tentaram contactar as Auto-Estradas de Marrocos, mas até parecia que estava a tentar contactar algum serviço público português, e ninguém atendia!...
Ficaram com os dados do suposto processo, e ficaram de tentar saber alguma coisa, e eventualmente obter uma cópia do processo.

Já perto da hora de almoço apanhámos a estrada.

Mais um "transporte impossível"

 photo Marrocos 2645_zpsseu05dek.jpg

Voltámos a arriscar a Auto-Estrada, porque decidimos ainda ir espreitar as grutas do Hercules, mas lá as Auto-Estradas devem ter umas regras um pouco diferentes, pois fartámos-nos de ver gente a pé na berma!...

 photo Marrocos 2646_zpsndgtzfob.jpg

Uns estavam a vender, outros a pedir boleia, e outros simplesmente estavam à beira da estrada à espera de algum transporte.

 photo Marrocos 2654 endireitar_zpswjbknjbi.jpg

...este estava à sombra!

 photo Marrocos 2660 recortar_zpsgaakbyv1.jpg

Paramos para almoçar numa área de serviço idêntica ás nossas, só que além dos wc femininos e masculinos, tinha também as salas de reza masculinas e femininas!

 photo Marrocos 2647_zpsgpi5wd49.jpg

 photo Marrocos 2649_zps6wbwbvb5.jpg

E lá saiu mais uma tagine e uma brocheta de frango para a nossa mesa.
Entretanto, do outro lado da área de serviço havia uma casinha de venda de bilhetes, e tentaram vender-nos bilhetes quase ao dobro do preço que tínhamos pago, pelo que chamei-lhes tudo o que me ocorreu - nessa altura já tinha perdido a vergonha e a compostura, e decidimos voltar a comprar online da mesma forma que tínhamos feito na ida.

Retomámos a AE, e esquecemos-nos que as motas também precisam de combustível, e acabámos por chegar ao fim da Auto-Estrada a "vapores de gasolina"!

 photo Marrocos 2663_zpswt8yvqvh.jpg

Descobrimos que o Cacém tem praia  :-)

 photo Marrocos 2664recortar e clarear_zpsjqd26ik5.jpg

E finalmente fomos espreitar as grutas.

 photo Marrocos 2666_zpsgu8ptxys.jpg

 photo Marrocos 2667_zps7cqbgxny.jpg

Tinha lido que se pagava, por isso não estranhei encontrar um marroquino á entrada do que parecia ser a gruta a cobrar, por isso pagámos e entramos, mas afinal aquilo era uma outra gruta, toda trabalhada e com venda de "recuerdos", e onde estava um conjunto de marroquinos a tocar uns instrumentos típicos.

 photo Marrocos 2675_zpsp3xhztyo.jpg

 photo Marrocos 2676_zpstta1i7ck.jpg

 photo Marrocos 2679_zpsttkwgnxf.jpg

 photo Marrocos 2680_zpsenunfqfp.jpg

 photo Marrocos 2684_zpsotpmxba7.jpg

 photo Marrocos 2691_zpsylawsepn.jpg

A acústica da gruta fazia com que o som saísse muito ampliado, e era de tal forma agudo que se tornava insuportável para os meus ouvidos sensíveis, por isso, e como não era efectivamente a gruta do Hercules, não demorámos a sair.

E lá estava o tradicional macaco para as selfies ;-)

 photo Marrocos 2685_zpspb1cjej8.jpg

 photo Marrocos 2673_zpszsdmmqnu.jpg

Finalmente, a gruta propriamente dita:

 photo Marrocos 2692_zpso6eadjm5.jpg

 photo Marrocos 2696_zpsy7himf2n.jpg

 photo Marrocos 2702_zpsnpbagigq.jpg

 photo Marrocos 2722_zps4h9p5flp.jpg

 photo Marrocos 2724_zpsw9ybbg4v.jpg

 photo Marrocos 2727_zpshjun0rlv.jpg

 photo Marrocos 2735_zpsx8wcvhrw.jpg

Muito bonita, e arranjadinha! valeu o desvio!

 photo Marrocos 2670_zpsx81d3a0m.jpg
 photo Marrocos 2737 endireitar_zpsenkryjue.jpg

 photo Marrocos 2740_zpsywrupee0.jpg

 photo Marrocos 2743_zpsvxiqv4fn.jpg

Estava um dia magnífico, mas muito quente, por isso voltámos à estrada e fomos para Tanger, onde jantámos, depois de alojados novamente no Ibis.

Comemos a última tagine, e o último frango grelhado, mas desta vez não era em espetada.

 photo Marrocos 2745_zpsz5b9pdv6.jpg

Achámos piada ao pormenor da colher.

 photo Marrocos 2747_zpsetu7gkpg.jpg

Apareceu um grupo de 6 barulhentos e "palavrosos" motociclistas e abarcaram no mesmo restaurante, mas nem notaram que também éramos tugas, até ao momento em que viemos embora e lhes desejámos boa viagem ;-)

Passámos pelo supermercado para comprar o pequeno almoço, e fomos dormir...
 photo Marrocos 2748_zpsucmlnysy.jpg

 photo Marrocos 2749 endireitar_zpsut8y58br.jpg
O plano, era no dia seguinte (sábado) apanhar o ferry e ir até Islantilla, e compramos logo os bilhetes do ferry, mas ainda antes de me deitar, senti uma certa urgência para ir ao wc, e pouco depois de adormecer,... acordei com cólicas!